Montenegro criticado por momento ″descabido e desnecessário″

O vice-presidente do PSD, Maló de Abreu, considera “descabido e desnecessário” o anúncio da candidatura de Luís Montenegro à presidência do partido.

“É politiquice e uma irresponsabilidade, numa altura em que há assuntos importantes do país para discutir e se aproximam três eleições”, afirmou, na manhã deste sábado, à entrada para o Conselho Estratégico Nacional, em Coimbra.

“Este discurso devia ter sido há um ano” – Álvaro Amaro

O presidente dos Autarcas Social-Democratas, Álvaro Amaro, mostra-se surpreendido com o anúncio de Luís Montenegro, entendendo que não é o momento para disputas internas.

“Ao ouvir aquele discurso, pensei que o tempo tivesse voltado para trás. Aquele discurso devia ter sido há um ano”, defende.

Para Álvaro Amaro, não há líderes partidários derrotados em sondagens e Rui Rio tem legitimidade democrática para ir a eleições. “Não faz sentido colocar o presidente do partido numa disputa interna a quatro meses de eleições”, aponta.

Álvaro Amaro falou na manhã deste sábado, à entrada do Conselho Estratégico Nacional do partido no Hotel D. Luís, em Coimbra.

Rui Rio entrou em silêncio no hotel, dizendo aos jornalistas que não ia prestar declarações.




Source link