Vencer a fase regular sinnimo de ser campeo? Nem sempre… :: zerozero.pt | MINHO Noticias
Connect with us

Vencer a fase regular sinnimo de ser campeo? Nem sempre… :: zerozero.pt

Desporto

Vencer a fase regular sinnimo de ser campeo? Nem sempre… :: zerozero.pt

*com Vasco Moreira

É uma espécie de lugar comum no futsal nacional e um pouco por todo o mundo. Mas nem sempre acontece. Em Portugal, vencer a fase regular não significa sempre ser campeão nos play-offs.

Ora, o dérbi do próximo sábado, pode praticamente definir o vencedor da fase regular de 2018/19, sendo um jogo de cabal importância. Em caso de vtória, a equipa de Joel Rocha ficaria com oito pontos de vantagem, uma distância difícil de alcançar para o Sporting de Nuno Dias.

Antecipando cenários (não esquecendo que o Sporting é tricampeão nacional e joga o dérbi no Pavilhão João Rocha, onde o Benfica nunca venceu para a fase regular), o zerozero analisou esta questão. E os dados, mesmo em caso de vitória do Benfica, beneficiam… o Sporting.

Orlando Duarte foi o primeiro

Os play-offs de campeão, na I Divisão, tiveram início em 2004/05, com as águias a levarem de vencida a primeira edição deste formato. Desse ano até 2009/10, inclusive, o vencedor da fase regular foi o vencedor dos play-off e consequentemente campeão nacional.

O cenário sofria o primeiro revés na época seguinte, em 2010/11, pelo Sporting de Orlando Duarte. Nessa fase regular, os leões terminaram a nove pontos do Benfica de Paulo Fernandes… que havia trocado de lado no início dessa temporada.

No final, a festa foi dos verde e brancos, vencendo os três jogos das finais e quebrando um registo que parecia… intocável.

Nuno Dias foi o segundo… contra o Fundão de Joel Rocha

Passemos então ao segundo e último caso em que o vencedor da fase regular não foi o campeão no final da temporada. Novamente o Sporting… agora com Nuno Dias.

Na segunda temporada do técnico em Alvalade – 2013/14 -, o Sporting não venceu a fase regular devido ao confronto direto com o eterno rival, Benfica. Os pontos, ao cabo de 26 jornadas, eram os mesmos (68), a diferença de golos era favorável ao Sporting (106 contra 69), mas os dois dérbis tinham caído para o Benfica de João Freitas Pinto.

Com a vitória na fase regular, o Benfica seguia para os play-offs com o trunfo de jogar em casa primeiro nas finais. Mas esse trunfo não pôde ser usado, já que as águias seriam eliminadas – surpreendentemente – pelo super Fundão de Joel Rocha, que se mudaria para a Luz na época seguinte.

Na final, entre Sporting e Fundão, os leões acabariam por usar o trunfo que o Benfica desperdiçou, vencendo as finais no quarto jogo. Na época em que, pela primeira e única vez, o vencedor da fase regular não chegou sequer às finais… Vencer a fase regular é sinónimo de ser campeão? Nem sempre…

 


Source link

Continue Reading
You may also like...

More in Desporto

To Top
%d bloggers like this:
Ir para a barra de ferramentas