Lille de Pp, Leo e Bamba supera time campeo com Hazard :: ogol.com.br

O domínio do milionário Paris Saint-Germain na França ofusca uma outra impressionante história escrita nesta temporada. Atrás do líder, o Lille faz a sua melhor campanha de sempre no Campeonato Francês. Com um jovem trio ofensivo que promete ainda deixar sua marca no futebol, o clube tem superado o desempenho do título de 2010/11, quando outro talentoso jovem encantava na França.

Para quem não lembra bem daquela temporada histórica, em 2010/11 o Lille surpreendeu ao conquistar o Francês depois de mais de cinco décadas. Moussa Sow foi o artilheiro da equipe, mas dividiu o protagonismo com um prodígio belga chamado Eden Hazard, que mais tarde conquistaria fama internacional com a camisa do Chelsea, e infelizmente se depararia com o Brasil na Copa do Mundo de 2018. Também apostando na juventude, o Lille atual tem feito ainda mais bonito, e poderia ter melhor sorte não fosse a concorrência “desleal” do PSG de Neymar, Cavani e Mbappé.

Com 57 pontos em 28 rodadas, o Lille tem a maior pontuação de sua história nesta fase. Dois pontos a mais do que no mesmo período em 2010/11. O Francês passava por um período de transição de poder depois da queda do Lyon, poderoso no início do século. O PSG assumiria a hegemonia no país, não sem antes ver o Lille conquistar o histórico título. Na época, o concorrente era o Marseille, e a vantagem era de quatro pontos para o líder. Hoje, o líder é parisiense e com vantagem de 14 pontos, com dois jogos por realizar. Não há título em jogo apesar do sucesso dos “Dogues”.

Curiosamente, o desempenho atual contrasta com o do ano passado. Com uma equipe formada por tantos jovens, o Lille sofreu no Francês. Ao fim de 28 rodadas, tinha somado apenas 27 pontos, na pior campanha do século. Não foram rebaixados ao fim por um ponto.

Brilho da juventude

O “Novo Hazard” atende pelo nome de Nicolas Pépé. O atacante marfinense tem apenas 23 anos e já teve certo destaque pelo clube na temporada passada, mas elevou seu nível a ponto de aparecer ao lado de Cavani na vice-artilharia, com 17 gols, apenas atrás do fenômeno Mbappé, com 24.

Pépé soma aos seus gols oito assistências, que fazem do ponta o campeão de passes para gol no Francês. Não por acaso a comparação com Hazard. Além de despontar no modesto Lille, o atacante tem velocidade, drible e passe, todas as qualidades que fazem do belga um dos mais respeitados jogadores em atividade no mundo.

Mas Pépé não está sozinho, assim como não estava Hazard. Com nove gols e duas assistências, Jonathan Bamba tem desempenhado bem seu papel no ataque do Losc, com um talento ainda mais jovem despontando aos poucos no português Rafael Leão, de 19 anos, já com sete gols na campanha.

Além do trio ofensivo, o Lille conta ainda com o bom desempenho de Jonathan Ikoné, de 20 anos, no meio-campo, e com a estabilidade do mais experiente Thiago Mendes, ex-São Paulo, e que chegou a estar perto de ser contratado pelo PSG.

Thiago Mendes não é o único brasileiro na equipe, embora certamente o mais importante. Ex-Avaí, o zagueiro Gabriel Magalhães, de 21 anos, vem ganhando espaço na equipe nos últimos jogos. O volante Thiago Maia, ex-Santos e seleção olímpica, também de 21 anos, aparece esporadicamente na equipe titular, e o atacante Luiz Araújo costuma contribuir com sua velocidade e seus dribles nos minutos finais das partidas.

O título para o Lille é uma meta impossível por conta do sucesso do PSG, mas este elenco promete conquistar um lugar entre os melhores da história do clube, e com uma série de jogadores promissores, que devem dar o que falar nos próximos anos.


Source link