Marina Mota em pausa depois de ″15 horas de trabalho por dia″​​​​​​​ | MINHO Noticias
Connect with us

MINHO Noticias

Marina Mota em pausa depois de ″15 horas de trabalho por dia″​​​​​​​

Noticias

Marina Mota em pausa depois de ″15 horas de trabalho por dia″​​​​​​​

Atriz, que esteve em cena no Porto até domingo, alega que precisa de combater desgaste.

Foi vestida a rigor, em tons rosa, que Marina Mota nos recebeu num hotel perto do Teatro Sá da Bandeira, no Porto, onde, pouco depois, ao lado de João Baião, animaria a sala lotada. A peça “Eu saio na próxima e você?” está em cena até domingo (com lotação esgotada) e seguirá ainda para três cidades, numa tournée que acabará em março. Depois, a atriz já tem o seu destino traçado: fará uma pausa “de seis a oito meses” para descansar e fazer outras “coisas que também me dão prazer”.

“Prometi a mim mesma que ia fazer uma pequena pausa para cuidar de mim. Esta profissão é de desgaste. Estamos sempre a trabalhar, de forma dura e durante muitas horas, principalmente quando se alia a televisão ao teatro”, revela a atriz, que também é fadista.

“Durante as gravações da novela [Vidas opostas, na SIC, onde foi “Milene”] tinha dias em que dormia apenas três horas e tinha quase 15 horas de trabalho diário. Não é de agora. Fiz isto durante anos consecutivos”, disse.

Defensora da revista, Marina Mota continua a acreditar no género teatral. “Sempre foi desvalorizada. Mas é o único género não subsidiado a nível estatal, nunca foi, e mantém-se vivo”, refere. E exemplifica: “Esta peça que estamos a fazer não é revista, é comédia. Mas muita gente vem e acha que vem para uma revista. É impossível o género estar decadente quando se esgotam espetáculos antes de chegar ao Porto”.

Marina confessa que andar de terra em terra é compensador. “Faço 300 quilómetros à quinta e 300 ao domingo quando a peça acaba. Embora haja cansaço físico – porque a peça já por si é dura – é sempre compensadora a forma calorosa como a população nos recebe. Especificamente no Norte. É um público muito efusivo, muito carinhoso”, salienta.

Marina já teve oportunidade de contracenar com a filha Erika, que teve da relação com o ator Carlos Cunha. “A Erika, que nasceu e cresceu dentro de bastidores teatrais, só perto dos 30 anos decidiu começar a fazer dobragens e o bichinho da representação surgiu”, contou.




Source link

Continue Reading
You may also like...

More in Noticias

To Top

Powered by WP Robot

%d bloggers like this:
Ir para a barra de ferramentas